The Good & Old Rock'n'roll

The Good & Old Rock'n'roll
Traduções de músicas & textos sobre o rock'n'roll e sua história.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

PENIS DIMENSION - FRANK ZAPPA ( TRADUÇÃO)

Frank Zappa

Frank Zappa (1940-1993) é apontado por especialistas como um músico e compositor genial, cuja extensa obra é caracterizada por romper a barreira entre a música erudita e a popular.

No entanto, tal genialidade não admite, em sua apreciação, meio termo: ou se ama ou se odeia o trabalho de Zappa pois, dependendo da perspectiva, a genialidade caminha de mãos dadas com o bizarro. Os apreciadores da obra de Zappa tendem, em consonância, a confundir genialidade e bizarria, então, está tudo em casa.

Em quase 60 álbuns gravados ( sendo a maior parte lançada como LPs duplos ou triplos), Zappa não só explorou com maestria os limites da música como, acima de tudo, foi extremamente iconoclasta em relação aos valores culturais impostos e/ou aceitos em sua época, os quais eram fulminados por sua causticidade crítica, muitas vezes, em forma de letra de música.

Portanto, ouvir Zappa somente como música, como é possível fazer com o Pink Floyd, por exemplo, ou seja, sem se ater à letra, se mostra tarefa excessivamente enfadonha. Há, em muitas canções, longas introduções ou intermezzos narrativos que, sem o devido entendimento, lembram lições gravadas para uma apostila de aprendizado da língua inglesa ou um noticiário numa rádio americana.

A canção Penis Dimension foi composta por Frank Zappa, gravada e lançada, no ano de 1971, na trilha sonora do filme 200 Motels, produzido e dirigido pelo próprio Zappa. Os nomes Mark e Howard presentes na tradução, indicam as partes narradas pelos vocalistas Mark Volman e Howard Kaylan. 

Em tempo, Frank Zappa, por sua honestidade crítica,  foi um dos primeiros artistas perseguidos por uma associação formada por esposas de congressistas conservadores, durante a década de 1980, o que acabou na lei que obriga discos com conteúdo explícito ostentarem um rótulo de advertência na capa. Vinte anos após a morte de Zappa, é só acessar um site de pornografia, que a quantidade exuberante de anúncios com promessas miraculosas de aumento peniano nos mostra, claramente, a eficácia de um simples rótulo diante de um  dos mais bizarros dilemas humanos. A questão não é resolver e, sim, esconder. Haja hipocrisia!!!


O tão famigerado selo de avertência.

Capa do álbum 200 Motels

"A DIMENSÃO DO PÊNIS"

A dimensão do pênis
A dimensão do pênis
Está me aborrecendo
Não consigo mais dormir
Por causa da dimensão do pênis

Você  se preocupa?
Você  se preocupa um bocado?

Não!

Você  se preocupa?
Você  se preocupa e lamenta
Que o tamanho do seu pau não seja monstruoso o suficiente

Esta é a dimensão do seu pênis
A dimensão do pênis

Mark: E aí, chegados? Sejamos honestos. Vocês já consideraram a possibilidade de seus pênis e, no caso das respeitáveis senhoras, o tamanho de suas tetas, poderem provocar elementos de forte tensão subconsciente? Esquisito, ansiedades desfiguradas que podem forçar o ser humano a se tornar um político! Um policial! Um jesuíta!

Howard: ...?

Mark: Um guitarrista de rock'n'roll! Um apreciador de vinhos! Ou qualquer nome que se dê a isto! No caso das senhoras, aquelas sem condições de dar uma recauchutada com silicone, podem se tornar escritoras de livros eróticos...

Howard ( como se estivesse lendo um livro erótico): "Manuel, o jardineiro, colocou seu falo ardente na fenda estremecida dela."

Mark: Sim, ou se tornam freiras Carmelitas!

Howard: "Gonzo, o guitarrista solo, enfiou seu membro mutante na racha deslizante dela." Ha, ha, ha!

Mark: Oh, ou os jockeys. Não há razão para você e sua amada sofrerem. As coisas já são ruins o suficiente sem que o tamanho do seu órgão traga mais miséria para os PROBLEMAS DO MUNDO!

Howard: Certo! Certo!

Mark: Agora, se você é uma senhora de tetas pequenas, pode se consolar com esta frase dos velhos livros escolares:

Mark & Howard: TUDO O QUE NÃO CABE NA BOCA É DESPERDÍCIO! SIM!

Mark: E esta não é a verdade? E se você é um cara numa festa, tentando ficar numa boa, quer dizer, você está sem cueca, numa boa, aí alguém chega até você, te mede da cabeça aos pés e diz:

Howard: Vinte centímetros ou menos?

Mark: Deixem-me dizer a vocês, irmãos, se não é hora do olhar bem na cara do filho da puta e mandá-lo para o inferno com estas palavras:

Enfiei três pares de meia e uma barra de sabão dentro da minha calça.







Nenhum comentário:

Postar um comentário