The Good & Old Rock'n'roll

The Good & Old Rock'n'roll
Traduções de músicas & textos sobre o rock'n'roll e sua história.

sexta-feira, 24 de abril de 2015

FENDER STRATOCASTER

A boa e velha "Strat"

Ela nasceu em 1954, junto com o rock'n'roll mas, fora Buddy Holly que, convenhamos, não tinha cara de roqueiro, não foi a preferida de nenhum dos pioneiros. Também pudera: não tinha a petulância, não era classuda e nem impactava como suas concorrentes, porém, se podemos conceber uma escala evolutiva das guitarras elétricas, ela foi definitiva. Seu nome: FENDER STRATOCASTER.

Buddy Holly e a Stratocaster.

Tudo, numa "Strat", como é conhecida pelos íntimos, foi concebido levando em conta uma palavra: "funcionalidade".

Seu corpo possui recortes, chanfras e depressões que possibilitam um perfeito encaixe no corpo do guitarrista, eliminando o desconforto de ângulos e quinas.

O braço, a parte mais complicada de um instrumento de cordas, não somente na Stratocaster mas, também, em outros modelos Fender, é parafusável e pode ser trocado em questão de minutos.

A mão, com tarraxas num só lado, outra herança de outros modelos Fender facilita a afinação e não dispõe as cordas em "leque", contribuindo para a maior durabilidade das mesmas.

Seu cavalete "flutuante" permite uma conexão bastante prática da alavanca de vibrato, ou "trêmolo", sem a necessidade de acoplar um acessório ao corpo do instrumento.

A Fender Stratocaster foi, ainda, pioneira por trazer três captadores conectados a uma chave seletora de três posições, uma para cada captador. Os guitarristas logo perceberam a possibilidade de equilibrar a chave seletora nos intervalos entre as três posições, gerando um som diferenciado, fato aproveitado pela fábrica, que, então, adaptou a chave seletora para cinco posições.

Gilmour e a Stratocaster.

A elegância ímpar dos solos de David Gilmour parecem preferir desfilar numa Stratocaster e, segundo uns pichadores malucos na Londres da metade da década de 1960, Deus experimentou várias, mas acabou "casando" com a boa e velha Strat.

"Deus" e a "Strat".

Jimi usava uma branca "de cabeça para baixo" e com ela tocava uma música que virava nosso mundo de cabeça para baixo. Jeff Beck, Pete Towshend, George Harrison,  Ritchie Blackmore, Mark Knopfler, Yngwie Malmsteen e muitos, muitos outros fizeram dela um caminho para chegar aos nossos ouvidos e corações.

Jimi e a "Strat".
 
 






Nenhum comentário:

Postar um comentário